Agildo Ribeiro: O Capitão do Riso – 
Por Gustavo Dourado

Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho
Nasceu no Rio de Janeiro
De pai revolucionário
Foi humorista pioneiro
No rádio e na televisão
Com o sorriso brasileiro

Foi ator e humorista
Comediante sem igual
Fez bordões inesquecíveis
Deu toque primordial
Com sarcasmo e ironia
Nos deu o riso essencial

Em 1932
O ano do nascimento
Dia 26 de abril
A vida em movimento
O sorriso foi aberto
Nas plagas do firmamento

Com o seu pai foi exilado
Nas terras de Portugal
Ainda era bem infante
Em um momento crucial
Revolução Constitucionalista
No território nacional

Na infância, Agildinho
Era como era conhecido
Imitava aos professores
Com seu riso atrevido
A graça com a realidade
Seu tempo foi bem vivido

Pela família foi educado
Em um colégio militar
Trabalho de telefonista
Pois gostava de falar
Em sua vida o riso
Sempre em primeiro lugar

“Joãozinho anda para trás”
No Teatro do Estudante
Com Glauce Rocha no elenco
Foi momento triunfante
Sérgio Cardoso na equipe
O teatro exuberante

Peça “Auto da Compadecida”
Do vate Ariano Suassuna
Tantos programas na tv
O riso foi sua fortuna
Agildo Ribeiro comediante
Que a arte sempre nos una

Atuou no Topo Gigio
Um programa infantil
Final dos anos 60
Fez sucesso no Brasil
Conquistou a criançada
Na terra do céu de anil

Atuações cinematográficas
As performances teatrais
Interpretou a João Grilo
Fez cenas monumentais
Sucesso como humorista
Com destaque nos jornais

Balança, mas não cai,, “Tá no Ar: a TV na TV”
“Estúdio A… Gildo”; “Zorra Total”
“Planeta dos Homens”, “Mister Show”
“A Festa é nossa”, bem legal
“Escolinha do Professor Raimundo”
Com seu humor fundamental

Mais de 30 filmes e séries
“Angu de Caroço”; “Fuzileiro do Amor”
“ Divórcio à brasileira”; O Pai do Povo
“A Casa da Mãe Joana”; O grande pintor
“Altas Expectativas”; “O homem do ano”
Sempre foi um grande ator

Sítio do Picapau Amarelo; Escrito nas estrelas
“A Lua me disse”; De quina para a Lua
“O Xangô de Baker Street”
Gostava do povo na rua
Agildo Ribeiro, um mestre
No humor sentava a pua…

Foi o “capitão do riso”
Arte em radiodifusão
Comicidade na língua
Sucesso na televisão
Um artista do sorriso
A risada em profusão

“Minha missão na Terra
É divertir, é alegrar”
Desde cedo até dormir
A vida a nos engraçar
O riso desvela o ser
Ajuda a nos libertar…

Gustavo Dourado

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

ANOTE AÍ:

gustavo_dourado-dzai-com-br

 

 

 

Gustavo Dourado é um dos maiores poetas-cordelistas do Brasil. Sua excelente e extensa produção literária pode ser encontrada em www.gustavodourado.com.br/cordel.htm.  Gustavo é também presidente da Academia de Letras de Taguatinga.

Anúncios

Comentários

X
%d blogueiros gostam disto:
preloader