A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com base nas ilegalidades de Moro e da força-tarefa Lava Jato, pede desde o início da persecução penal a anulação dos processos.

No entanto, o pleito dos advogados do petista ganharam força somente após a #VazaJato –a série de reportagens com conversas de Moro com procuradores, em conluio, que combinavam estratégias para inviabilizar a defesa dos réus no âmbito da força-tarefa.

“Em novembro a gente volta nisso”, garantiu Gilmar, ao ser inquirido pelo El País sobre a data do julgamento do recurso impetrado pelo ex-presidente.

Gilmar Mendes tem repetido dentro e fora do STF que o mundo cobra um julgamento justo para o ex-presidente Lula. Logo, ele reconhece, não foi justo o julgamento que levou o petista à cadeia.

Fonte: Blog do Esmael

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826

Comentários

%d blogueiros gostam disto: