Mulheres Indígenas ocupam Sesai e pedem saída de Silvia Nobre

Por Andressa Santa Cruz para cobertura colaborativa da Marcha das Mulheres Indígenas

Centenas de mulheres indígenas ocuparam o prédio da Secretaria Especial da Saúde Indígena (SESAI), no dia de hoje, 12/08, em Brasília, pedindo o fim do desmonte na saúde indígena e a saída imediata da coordenadora Silvia Nobre Wajãpi que não quis se reunir com as lideranças e saiu do prédio sob vaias. “Silvia não representa a maioria das mulheres indígenas. Viemos aqui para dialogar e não fomos recebidos. Isso mostra a contradição“, afirma Célia Xakriaba.

Desde que Silvia Nobre foi nomeada pelo atual governo em abril, as políticas de saúde indígena estão sendo enfraquecidas. O atraso no repasse de verbas, o desmonte do Programa Mais Médicos e o fim da equipe de gestão causou impacto nas aldeias logo no primeiro mês, foi quando povos de todo o país começaram a se mobilizar contra o sucateamento.

Em julho, 115 indígenas ficaram duas semanas acampados no prédio da SESAI e só saíram no dia 22, após uma reunião no mediada pelo Ministério Público Federal e pela Funai, em Brasília, onde o Ministério da Saúde e a SESAI assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a atender as demandas. Mais de 1500 mulheres indígenas nas ruas de Brasília e ocuparam a SESAI afirmando que não aceitam a municipalização da mesma.

A Mídia Índia vem mostrando o protagonismo dos povos indígenas, dando visibilidade a luta e resistência de 519 anos de ataques aos nossos direitos, juntos somos mais forte, uma das nossas pautas é mostrar que a mulheres indígenas podem ocupar os espaços de poder e os espaços de decisões dentro das suas comunidades. Essa luta é nossa!

Vídeo: Pablo Albarenga

A Mídia Índia vem mostrando o protagonismo dos povos indígenas, dando visibilidade a luta e resistência de 519 anos de ataques aos nossos direitos, juntos somos mais forte, uma das nossas pautas é mostrar que a mulheres indígenas podem ocupar os espaços de poder e os espaços de decisões dentro das suas comunidades. Essa luta é nossa!Imagens: Juliana PesqueiraVídeo: Pablo Albarenga

Posted by Mídia Índia on Monday, August 12, 2019

Fonte:  Mídia Índia com edições Xapuri

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Camiseta Chico Mendes

Leave a Reply

Your email address will not be published.