Não é só na Amazônia: o cerrado também está queimando

Dados do Inpe mostram que focos de incêndio na região Centro-Oeste aumentaram 100% entre 2018 e 2019

Por Raphael Veleda/Metrópoles

Todos os olhos estão voltados para a Amazônia, mas dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que o aumento dos focos de incêndio em relação ao ano passado é um fenômeno generalizado no Brasil. Somando-se os 26 estados e o DF, o órgão já registrou 84.957 focos de incêndio do início do ano até a última quarta-feira (28/08/2019), ou seja, aumento de 75% considerando o mesmo período de 2018.

A situação no cerrado, por exemplo, é grave. De 11 unidades da Federação que abrigam esse bioma, apenas em duas (Piauí e São Paulo) houve redução na contagem de focos de incêndio, segundo o Inpe (-20% e -27%, respectivamente).

Na região Centro-Oeste, quase toda ocupada pelo cerrado, o Inpe registrou expressivo aumento de 100% no número de incêndios florestais, de 11.035 focos no ano passado para 22.128 até agora, em 2019. Entre as cinco regiões brasileiras, o aumento do fogo no Centro-Oeste só fica atrás do índice registrado no Norte, lar da Amazônia: onde já foram registrados 40.211 focos de incêndio, 121% a mais do que no ano anterior.

Fonte: Raphael Veleda – 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: