Atotô, Obaluaiê!

Da terra tudo renasce.
Germinam as sementes, crescem os campos.
Mãe que ampara as águas da chuva para o ciclo incessante dos rios continuarem.
Terra que zela para a vida humana prosseguir.
Guardiã de nossos ancestrais, fonte de nossa ascendência.
Terra pura de vem a cura para tantos males físicos e espirituais.
Terra nova a cada estação: seca, úmida, molhada, fertilizada – Plataforma de meus pés, meu chão.
Solo verde de arvoreados que nos traz a madeira, as palhas…
Aquela que se doa totalmente, que nos devolve renovado tudo que foi utilizado.
Mas, não nos deixa ver seus olhos jamais!

Fonte: Luso-poemas

Omolú-Obaluaê é o senhor das doenças, é o orixá da renovação dos espíritos,  senhor dos mortos e regente dos cemitérios; considerado o campo santo entre o mundo material e o mundo espiritual.

One Response

  1. Alexsandro Sgobin

    O fundamentalismo evangélico não deve ser ouvido, mas sim denunciado e tratado com as devidas penas legais previstas na Carta. Há inúmeros bons evangélicos, mas os agitadores descerebrados que estão a surgir nesse meio nos últimos tempos no Brasil têm de ser postos ao rigor da lei. Salve Umbanda e o pluralismo religioso!

    Responder

Comentários

%d blogueiros gostam disto: