Por Pablo Neruda

Canto

Morri com todos os mortos
por isso pude reviver
empenhado em meu testemunho
e em minha esperança irredutível.

Um mais, entre os mortais,
profetizo sem vacilar
que apesar do fim do mundo
sobrevive o homem infinito.

Rompendo os astros recentes,
golpeando metais furiosos
entre as estrelas futuras,
endurecidos de sofrer,
cansados de ir e de voltar,
encontraremos a alegria
no planeta mais amargo.

ADEUS

Terra, te beijo, e me despeço.

***

Eu morri com todos os mortos,
por isso pude reviver
determinado em meu testemunho
e em minha esperança irredutível.

Mais um, entre os mortais,
profetizo sem hesitar
que, apesar deste fim do mundo,
o homem infinito sobrevive.

Quebrando as estrelas recentes,
atingindo metais furiosos
entre as futuras estrelas,
endurecidas para sofrer,
cansadas de ir e voltar,
encontraremos alegria
no planeta mais amargo.

Tchau

Terra, eu te beijo e digo adeus.

Fonte: (do livro Fin de Mundo, 1969)

 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193.

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: