“Esse cabelo está parecendo um bombril”: socialite é condenada a pagar R$ 30 mil a Ludmilla após comentário

Um comentário ocorrido no Carnaval de 2016 rendeu uma indenização à cantora Ludmilla. Por decisão da 3ª Vara Cível da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, a socialite Val Marchiori vai ter que pagar R$ 30 mil por danos morais à artista após dizer que “a fantasia está bonita, a maquiagem… Agora, o cabelo… Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril, gente”. O comentário foi feito durante o desfile do Salgueiro, onde Ludmilla desfiava naquele ano.

No entendimento da juíza Françoise Picot Cully, as palavras ofenderam a honra da cantora e a de outras mulheres negras.

“Ao pontuar que o cabelo crespo visualizado no vídeo parecia com ‘bombril’, a primeira ré desqualificou um traço típico da raça negra, e ofendeu a honra subjetiva da autora. No cenário indicado, conclui-se que estão reunidos os elementos determinantes da formação do dever de indenizar. A primeira ré, ao atuar como comentarista de carnaval em rede aberta de televisão, colocou-se a tecer comentários pejorativos, de cunho racista, ao comparar o cabelo da autora com a palha de aço conhecida pela marca bombril. Neste ponto, é notório que são as pessoas de pele negra, majoritariamente, que apresentam cabelos ‘armados’ e volumosos, como uma de suas características peculiares, identificadoras da raça. Ao pontuar que o cabelo crespo visualizado no vídeo parecia com bombril, a primeira ré desqualificou um traço típico da raça negra, e ofendeu a honra subjetiva da autora”, diz a sentença.

A defesa da socialite, no entanto, vai recorrer da decisão. A advogada de Marchiori, Katia Antunes, afirmou, em entrevista ao G1, que Val se referiu aos “adornos e vestimentas e jamais sobre características físicas das pessoas que desfilavam”.

Fonte: Notícia Preta

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193

 

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: