fbpx

O Brasil matou dois Heróis brasileiros. Isso é medonho

O Brasil matou dois Heróis brasileiros. Isso é medonho

Por Rosilene Corrêa

Nesse momento de extrema tristeza, em que os restos mortais de Bruno Pereira e Dom Phillips fazem essa difícil parada em Brasília, não consigo parar de pensar na doída mensagem postada por Beto Marubo, líder indígena do Vale do Javari, nas redes sociais:

“Olá, pessoal, para mim, agora, é tempo de chorar, é tempo de luto, de nos reorganizar.Todas as aldeias de minha Terra, sete povos diferentes, decidiram fazer isso. O Brasil matou dois heróis brasileiros. E isso é anormal, não podemos aceitar essas aberrações. É medonho.”

É anormal que a nação que abriga a maior floresta tropical do planeta seja um dos países que mais mata lideranças indígenas, jornalistas e ambientalistas em todo o mundo.

É uma aberração que as mortes cruelmente matadas do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips sejam tratadas com escárnio por este arremedo de mandatário que, por enquanto, nos toca engolir.

É medonho o trágico sentimento de profunda dor imposto à Beatriz Matos, esposa de Bruno; à Alessandra Sampaio, esposa de Dom; aos ameaçados povos indígenas do Vale do Javari e a todas as pessoas que, no Brasil e no mundo, se recusam a aceitar as mortes de tantas lideranças imprescindíveis, como Chico Mendes, Dorothy Stang, Maxciel Pereira dos Santos, Bruno Pereira e Dom Phillips.

Façamos deste nosso luto mais força para seguir lutando.

Paz e Bem!

#JustiçaPorBrunoEDom

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
COM SEU APOIO, NÓS FAZEMOS A XAPURI ACONTECER. DOE AGORA. QUALQUER VALOR, VIA PIX.
IMG_8019
ABRA O APLICATIVO DO SEU BANCO, APONTE PARA O QR CODE E, PRONTO, É SÓ DOAR. GRATIDÃO!