Comitiva reúne-se Brasília e pede mais atenção para a maior planície alagável do planeta

Um grupo formado por 30 instituições ambientais estará reuniu-se na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), no dia 12 de novembro, data em que se celebra o Dia Nacional do Pantanal, região de grande importância para a conservação da biodiversidade. O objetivo é conscientizar o poder público, organismos internacionais e a população em geral, de que o Pantanal sofre ameaças e precisa de políticas públicas de proteção mais efetivas.
A data foi instituída em 2008 pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), em homenagem à morte do ambientalista e jornalista Francisco Anselmo de Barros, que ocorreu na mesma data, em 2005. Francelmo, como ficou conhecido, dedicou-se durante 25 anos à luta pela preservação do Pantanal.
No evento, serão apresentadas as principais ações de iniciativas e projetos de conservação do bioma, publicações e exibições de teasers de documentários. A programação ainda inclui o lançamento do site do Observatório Pantanal, plataforma que reúne informações sobre o bioma e que poderão ser acessadas pelo público acadêmico e sociedade em geral.
Apesar do alto grau de conservação do Pantanal, em comparação com os outros biomas brasileiros, este está longe de ser considerado totalmente protegido. A região está exposta a muitas fragilidades, como já mostraram vários estudos. Os incêndios florestais dos últimos meses causaram impactos ambientais ainda inestimáveis e, também, econômicos, para todos que dependem do bioma para o seu sustento. A degradação das nascentes, devido ao desmatamento, também é uma ameaça.
Outro grande risco é a instalação de inúmeras Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) no planalto, que afetam diretamente a planície. Há também o assoreamento do rio Taquari, um desastre ambiental sem precedentes no Brasil, que resultou em imensos desertos inundados, onde antes já haviam sido áreas de pastagens produtivas. O Pantanal corre perigo, por isso, medidas para sua proteção são urgentes.
Fonte: #Envolverde – Atualização Xapuri

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: