#BozoEmBaixa: Rejeição ao Motosserra dispara. 38% de ruim ou péssimo na pesquisa DataFolha

O mandatário eleito mais mal avaliado em um primeiro mandato, considerando FHC, Lula e Dilma, a rejeição do capitão motosserra segue em baixa. Conforme pesquisa do DataFolha, publicada nesta segunda-feira, 2 de setembro.

Seu índice de ruim ou péssimo subiu de 33 para 38% entre os meses de julho e agosto. Sua aprovação também caiu, de 33% em julho para 29% agora.  E os números mais baixos de rejeição para o presidente vem do Nordeste. O índice de ruim ou péssimo subiu de 41% em julho para 52% em agosto.

A pesquisa mostra também que mais da metade da população brasileira (51%) desaprova o comportamento do presidente da República. Cerca de 44% das pessoas não confia na palavra do presidente, 36% confiam eventualmente e somente 19% confiam. Somente 15% avaliam que ele respeita a liturgia do cargo,  enquanto que outros 44% consideram que ele jamais se comporta como um presidente da República.

Para 76% das pessoas entrevistadas consideram que o interesse dos estrangeiro na Amazônia é legítmo e que a floresta corre risco. 65% acham que o goveno não deve reduzir as áreas indígenas. Os posicionamentos do capitão motosserra com respeito à Amazônia devem ter contribuído para a queda de popularidade do presidente,  já que 51% considera ruim ou péssima a condução da crise das queimadas pelo capitão Xauara.

A pesquisa foi realizada com 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios brasileiros na última semana do mês de agosto.

 

Block

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

 

 

continua depois da propaganda