“Não foi acidente. E você vai ter que pagar por isso.”

Sari,

Você precisa pagar pelo que fez.

Sabe por quê?

Porque o policial que matou George Floyd também precisa ser punido.

Assim como os policiais que mataram João Pedro também precisam ser punidos.

A vida preta importa.

Se você não for punida; se os policiais que mataram George Floyd e João Pedro não forem punidos, a gente banaliza a morte.

A gente ratifica o racismo encranhado nessa herança maldita da escravidão que tivemos.

Aliás, Sari; você e seu marido já deveriam ser punidos antes mesmo da morte do garotinho que você abandonou no elevador:

Vocês mantiveram a empregada doméstica de vocês trabalhando mesmo ela infectada com Covid-19! Não importa se ela queria ou não trabalhar porque precisava do dinheiro!

Ela tinha que ficar em casa, de quarentena, descansando. Como seu marido está fazendo.

Mas sua história só piora, Sari!

Vocês deveriam ser punidos também antes da morte do menininho porque vocês são corruptos!!!

A mãe do menino, a serviçal que levava seu pequeno Pet para mijar no parquinho da rua, estava registrada como funcionária da prefeitura! Que vergonha, Sari.

Roubando dinheiro público para ter uma escrava em casa??

Olha, Sari…

Eu conheço muitas pessoas como você.

Eu cresci no meio de vocês.

Eu conheço seus olhos claros, seu ambiente festivo e suas supostas boas intenções.

Eu estudei nos Maristas de salvador. Sei tudo e mais um pouco sobre a hipocrisia da elite.

Você deve estar agora dizendo:

“Eu sou uma pessoa boa. Nunca fiz mal a ninguém. Eu faço doações no Mac dia Feliz! Eu sou cristã! Meu Deus, me ajude”!

Eu sei, Sari.

Você está desesperada.

Você não queria que o menininho morresse.

Mas, Sari.

Sabe o que você não consegue enxergar?

Que você jamais deixaria o seu filho sozinho num elevador.

Não deixaria seu cachorro sozinho!

Não deixaria seu sobrinho ou o filho do seu vizinho branco sozinho no elevador.

Deixou o Miguel sozinho porque ele era o filho da empregada, preto e pobre.

Por isso você fez o que fez.

A culpa da morte do Miguel é sua e de toda uma percepção tosca de justiça social e privilégios que nós brancos, temos.

Você nunca, jamais, entendeu a solidão de Miguel naquele elevador.

Nunca entendeu a solidão dele sozinho em casa enquanto a mãe dele trabalhava em sua casa, cuidando de seus filhos e cachorro.

Falta na elite branca brasileira o DNA da empatia.

E você vai ter que pagar por isso.

Tem que pagar para servir de exemplo e ensinar as pessoas a entender que vidas de pessoas com menos oportunidades que você importam. A entender que vidas pretas são vidas, iguais as nossas, só que com mais dor e dificuldade.

Assim como a morte de George Floyd provocou uma comoção no mundo, a morte do pequeno Miguel provocou uma comoção no Brasil.

Quem disse pra você que seu Deus não é o mesmo pai para todos?

Tem uma médica aqui da Bahia que matou dois irmãos numa moto por causa de uma briga de trânsito. Ela ainda está solta.

Ela acabou com a vida dos meninos, dela e da família de todos.

Porque ela é branca que nem você.

Tá na hora de gente branca pagar também.

Eu sei que você está nervosa e que seu marido, prefeito corrupto de Tamandaré, com covid-19, está agora, ao invés de repousando, tentando te livrar da sua punição devida.

Não foi acidente.

Você e seu marido estão sem conseguir respirar direito, né?

George Floyd também não conseguiu, com o joelho do racismo espremendo sua garganta contra o asfalto até ele morrer.

Te vejo nas capas das páginas policiais, Sari.

Créditos: 

#justiçaporMiguel..???
Sãozinha Andrade. Texto extraído na íntegra e sem correções da página no Facebook de Paulinha Batista Araujo. 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: