O colar de ossos do presidente xauara
 

“O adorno – colar – escolhido por Bolsonaro diz muito. Entre os Ameríndios, há aquilo que a literatura etnológica chama de Predação – quando você preda – captura – os atributos físicos ou espirituais do Outro para si.

Não raras vezes, os atributos do Outro – humanos e extra humanos – quando capturados ou predados tornam-se evidência para quem capturou, desta forma, sendo adornado em si ou utilizado em outras práticas rituais.

Como Bolsonaro não pratica o pensamento de Predação Ameríndia e sim o pensamento de Predação Capitalista, a mensagem dele é EVIDENTE: Bolsonaro apresenta um colar de ossos, e nós, humanos findados no capitalismo, sabemos bem o que ossos representa – A MORTE.

Bolsonaro poderia ter escolhido um outro colar do grupo Kalapalo (que a guria ali do lado diz pertencer), mas não, ele não escolheu um colar de miçanga colorido xinguano, ele escolheu o primeiro que representa expôr a morte – ossos – para nós “ocidentais” e enfiou no pescoço. Um troféu entre caçadores.

O recado é claro: NÃO HAVERÁ UM CENTÍMETRO DE TERRA INDÍGENA DEMARCADA! Morte a todos!”

Fonte: Facebook de Gleice Antonia de Oliveira

Nota: Para o líder indígena Davi Kopenawa, do Povo Yanomami, o presidente do Brasil é um Xauara – uma pessoa que tem o pensamento adoecido.

Block

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

continua depois da propaganda