Abril Indígena: Antigamente…

Por: Anhê Menkrãngotire 

Antigamente, só vivíamos no mato, nunca tínhamos visto as coisas do homem branco como facão, machado, arma de fogo, fumo, panela, sal.

Antigamente, só usávamos flecha e borduna para matar os bichos para criar os nossos filhos.

Antigamente, nunca tínhamos visto avião, carro, barco, voadeira.

Antigamente, usávamos cama de buriti, palha de açaí e bananeira braba.

Para dormir, não precisávamos carregar nada como hoje.

Agora, nós temos que carregar a rede para dormir.

Anhê Menkrãngotire, indígena xinguano, em “Geografia Indígena” – MEC/SEF-ISA, 1988. 


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

Caminhando na Floresta


 E-Book Caminhando na Floresta

Um livro imperdível sobre a experiência do autor na convivência com os seringueiros do Vale do Acre nos tempos de Chico Mendes.

COMPRE AQUI

Caminhando na Floresta

%d blogueiros gostam disto: