fbpx
Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

A história de décadas de maus-tratos de Maia e Guida, duas elefantas da espécie asiática com idades estimadas de 44 e 42 anos, moradoras do município mineiro de Paraguaçu, terá um desfecho feliz.

Guida e Maia, há seis anos retiradas de um circo na Bahia,  serão as primeiras moradoras do Santuário de Elefantes Brasil,  o primeiro santuário de elefantes da América Latina, localizado na Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros de Cuiabá,  capital do estado de Mato Grosso.

Segundo Junia Machado,  uma das idealizadoras do projeto, o Santuário está sendo instalado em uma fazenda de 1,1 mil hectares,  adquirida e mantida por meio de doações de organizações internacionais.

O Santuário informa que, inicialmente, a estrutura abrigará até seis elefantes, a um custo mensal é estimado em até R$ 20 mil, mas poderá acolher até 50 elefantes,  oriundos de toda a América do Sul.

O formato do Santuário é inspirado em um exemplo criado há 20 anos, no Tennessee,  Estados Unidos. O co-fundador do The Elephant Sanctuary of Tennessee, Scott Blais, é também um dos administradores e idealizadores do santuário brasileiro.

O Santuário de Elefantes Brasil é um projeto conduzido pelo Global Sanctuary for Elephants (GSF) e pela Elephant Voices, organizações internacionais dirigidas por especialistas em elefantes.

A RAZÃO PARA FAZER UM SANTUÁRIO DE ELEFANTES NO BRASIL?

“Há 5 mil elefantes vivendo em locais de risco, como zoológicos e circos. Por melhor que seja um zoológico, em geral, ele isola o animal e causa um sofrimento agudo.

Os elefantes são animais extremamente inteligentes, que vivem em grandes clãs, têm sociedades organizadas. Em alguns deles que encontramos em situações críticas, é possível perceber, a olho nu, o abalo emocional, por meio de movimentos repetitivos da cabeça e do corpo, e comportamento diferente dos elefantes que vivem na natureza.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

O santuário é um local criado e estruturado para dar proteção a esses animais que, em uma primeira etapa, terá um centro para cuidados veterinários e piquetes para abrigar os animais separados por espécie (asiáticos e africanos, e por sexo (machos e fêmeas)”, explica Junia Machado.

O Santuário informa que aguarda apenas a liberação do licenciamento ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) para começar a funcionar.

De acordo com seus organizadores, o projeto já obteve as autorizações e as licenças prévia e de instalação, e nas próximas semanas devem ser liberadas a autorização de uso e manejo e a licença de operação.

Danny Moraes, coordenadora de Fauna da Sema, informa  que haverá controle sanitário na origem do animal e também na chegada a Mato Grosso. “No Santuário, o elefante passará por uma fase de quarentena, acompanhada por veterinários e especialistas. Ele fica cerca de 40 dias em um piquete individual, se não apresentar nenhum sintoma, vai para um espaço maior”, afirmou.

Moraes informa, ainda, que para a liberação do licenciamento, a Secretaria também avalia aspectos sanitários dos animais, como a possibilidade de transmissão de doença, tanto dos elefantes para os animais nativos, quanto dos nativos para os elefantes.

 

Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

COMO SERÃO AS ATIVIDADES DO SANTUÁRIO

De início, o Santuário não será aberto para a visitação pública, mas será mais do que um espaço de reabilitação dos elefantes. Segundo Junia Machado, a instituição terá, futuramente, um centro de visitantes na cidade, com dados sobre aspectos biológicos, físicos e comportamentais dos elefantes.

Além de fornecer informações para pesquisas e estudos, ocorrerão palestras e acesso às imagens das câmeras, que transmitirão ao vivo, das áreas internas do santuário. Essas imagens estarão também disponíveis na internet.

Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

Fonte originária desta matéria: Agência Brasil

Obs.: publicado originalmente em 20 de set de 2016

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

[button color=”red” size=”normal” alignment=”center” rel=”follow” openin=”samewindow” url=”https://lojaxapuri.info/categoria-produto/revista/”]ASSINE AQUI[/button]

 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
COM SEU APOIO, NÓS FAZEMOS A XAPURI ACONTECER. DOE AGORA. QUALQUER VALOR, VIA PIX.
IMG_8019
ABRA O APLICATIVO DO SEU BANCO, APONTE PARA O QR CODE E, PRONTO, É SÓ DOAR. GRATIDÃO!