Anúncios

Daqui por diante, a cada ano, o tabagismo matará cerca de 8 milhões de pessoas , cerca de 30% a mais do que já mata hoje. O dado vem de um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) junto com o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, publicado esta semana.

“O número anual de mortes relacionados ao tabagismo está previsto a aumentar de 6 milhões para 8 milhões até 2030, com mais de 80 porcento dos óbitos ocorrendo em países de renda média e baixa”, diz o estudo.  Cerca de 80 porcento de fumantes do planeta vivem nesses países e este número está aumentando. Segundo especialistas da saúde, o consumo de tabaco é a maior causa de morte que pode ser prevenida no mundo.

Além das perdas humanas, o estudo aponta que o tabagismo já acarreta à economia do mundo  prejuízos de $1 trilhão, superando rendimentos obtidos pela taxação d0 tabaco,  que foram $269 bi para o ano fiscal de 2013-2014. “O tabaco é responsável por cerca de R$ trilhão em custos médicos e perdas em produtividade somente todos os anos” segundo o estudo de 688 páginas, que foi analisado por mais de 70 cientistas.

O que fazer

O estudo recomenda a implementação de políticas eficientes como o aumento da taxação dos produtos de tabagismo,  proibição completa do marketing destes produtos e rótulos grandes nas suas embalagens. Medidas já adotadas no Brasil, fazendo o país se um pioneiro no combate ao tabagismo no mundo.

cigarro tabagismo

Os tributos sobre o tabaco poderão ser reutilizados para financiar campanhas de publicidade contra o tabagismo,  como também para serviços e tratamentos, segundo o estudo. Para o ano de 2013-2014, os governos do mundo gastaram menos de $1 bi em controle ao tabagismo.

Na Austrália,  há vigorosos leis proibindo empresas de cigarro usarem logomarcas e embalagens distintivos, proibindo o uso de design nos produtos. Por esta razão países produtoras de cigarros como Indonésia, Honduras e República Dominicana denunciaram a Austrália para a Organização Mundial do Comércio (OMC).

O embate será julgado este ano pela organização e será visto com interesse por outros países considerando aplicar políticas semelhantes de proibição de design como Noruega, Canadá , Singapura e África do Sul.

A Rússia está planejando levar o combate ao tabagismo ainda mais em diante. O país considera banir a venda de cigarros, por completo, começando no ano 2033. Efetivamente proibindo o consumo para a geração que está nascendo hoje no país.

Fontes: Reuters, Forbes

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: