Soledad Barret Viedma: Combatente assassinada pela Ditadura 

Soledad Barret Viedma: Combatente assassinada pela Ditadura  “Se o Bem não existe, é preciso inventá-lo” – Rafael Barret, avô de Soledad. Por Zezé Weiss Soledad Barret Viedma tombou crivada de balas numa emboscada da ditadura militar, num sítio de nome São Bento, nas cercanias da cidade do Recife, no dia 7 de janeiro de 1973. Grávida, …

Soledad Barret Viedma: Combatente assassinada pela Ditadura  Leia mais »