Temer termina como começou: na mediocridade e na intranscendência

Nem resgate da confiança no governo, nem recuperação da economia, nem fim da corrupção. Temer termina como começou: na mediocridade e na intranscendência. Marx se perguntava, no XVIII Brumário, como um personagem insignificante como Luis Bonaparte poderia ter um papel de destaque na história. Eram necessárias circunstâncias muito excepcionais para que isso acontecesse. Que condições …

Temer termina como começou: na mediocridade e na intranscendência Leia mais »