Defesa de Lula recorre ao STF para imedir transferência arbitrária

Por Xapuri

Em mais uma atitude feita na surdina, a juíza Carolina Lebbos atendeu ao pedido da Superintendência Regional da PF em Curitiba para transferir Lula para o Estado de São Paulo. A juíza que alegou dificuldades para manter o ex-presidente no local, por motivo de perturbação do sossego público.  Não foi determinada data para a transferência, especula-se que a transferência seja para o presídio de Tremembé – SP. A defesa do ex-presidente Lula entrou com um pedido junto ao ministro do STF, Gilmar Mendes, para sustar a sua transferência para São Paulo.

O PT emitiu uma nota repudiando a decisão da juíza Carolina Lebbos que transfere Lula de Curitiba (PR) para São Paulo. “A decisão da juíza Carolina Lebbos caracteriza mais uma ilegalidade e um gesto de perseguição a Lula, ao negar-lhe arbitrariamente as prerrogativas de ex-presidente da República”, diz a nota. Segundo a decisão, o ex-presidente poderá ocupar uma cela coletiva.  De acordo com o partido, a magistrada “deferiu o pedido sem considerar os argumentos da defesa do ex-presidente”.

“Lula não deveria estar preso em lugar nenhum porque é inocente e foi condenado numa farsa judicial. Não deveria sequer ter sido julgado em Curitiba, pois o próprio ex-juiz Sergio Moro admitiu que seu processo não envolvia desvios da Petrobrás investigados na Lava Jato”, diz o texto assinado plea presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, pelo deputado Paulo Pimenta (RS), líder do partido na Câmara, e por Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado Federal.

“A decisão da juíza Carolina Lebbos caracteriza mais uma ilegalidade e um gesto de perseguição a Lula, ao negar-lhe arbitrariamente as prerrogativas de ex-presidente da República”.

Vale ressaltar que, segundo a decisão da magistrada, Lula poderá ocupar uma cela coletiva.

“Há um indisfarçável cheiro de revanche da “alma morista” – senão do próprio – na criação de um clima de prazer mórbido, excitando a matilha para agitar-se no desejo que Lula seja lançado num presídio, num clima de humilhação que a mídia, claro, irá saborear”, constata o jornalista Fernando Brito – Editor do Tijolaço.

#LULALIVRE Venceremos!

Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta de movimentos sociais Brasil afora. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Visite nossa Loja SolidáriaEm Brasília, encomendas com Janaina: 61 9 9611 6826. Camiseta Lula Livre.

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: