Lula: A máscara deles vai cair

 “A máscara deles vai cair. Se juntar todos no liquidificador não são mais honestos do que eu.”

Assim expressou o presidente Lula em sua conta oficial no twitter neste domingo, 14 de julho, depois que novas publicações do The Intercept e da Folha de São Paulo sobre as negociatas do santo-de-pau-oco da #VazaJato, Deltan Dallagnol, que elaborou um plano de negócios para enriquecer  às custas da condenação sem provas e da prisão de Lula.

Embora existam outras condenações na #VazaJato, Lula é certamente seu maior e mais emblemático botim. Transformada em um famoso e trágico power point, a tragédia de Lula gera lucros e dividendos políticos para o ex-juiz Sérgio Moro, que virou ministro, e, segundo as gravações do The Intercept, também gera poupudos lucros econômicos para seu conje político, o procurador Dallagnol.

E-mail enviado pelo The Intercept a seus assinantes nesta sexta-feira, 13 de julho, documenta também relações  entre Deltan e o TRF4. Ou seja, se “In Fux Moro Trust”, o negócio nunca foi só condenar para cassar seus direitos políticos e entregar o país ao descalabro de uma direita nepotista e hamburguesa. Expressando confiança em um “Gebran We Count With”,  o negócio era mesmo botar a mão na botija às custas do massacre humano do maior líder político brasileiro.

Difícil não se chocar!

 

Lula

@LulaOficial

A máscara deles vai cair. Se juntar todos no liquidificador não são mais honestos do que eu.

R$ 400 mil: Deltan usou Lava Jato para lucrar com palestras e livros

Chats privados mostram que procurador debateu com colega a criação de empresa no nome de familiares.

The Intercept

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: