Da: revistaforum

O jornalista Glenn Greenwald, editor fundador do The Intercept Brasil, usou sua conta no Twitter para dizer que a divulgação dos vazamentos obtidos apenas começou e para comentar nota do Ministério Público Federal, que acusa o site de ser tendencioso e “contrariar as melhores práticas jornalísticas”.

“O arquivo fornecido pela nossa fonte sobre o Brasil é um dos maiores da história do jornalismo. Ele contém segredos explosivos em chats, áudios, vídeos, fotos e documentos sobre Deltan Dallagnol, Sergio Moro e muitas facções poderosas. Nossas reportagens acabaram de começar”, disse Greenwald.

Greenwald ainda destacou que cumpria seu papel. “Ao contrário da horrível invasão de privacidade que perpetraram, já dissemos que somos jornalistas e, portanto, só publicaremos material relacionado a assuntos públicos, não informações pessoais. Os promotores da Lava Jato não são vítimas; esta reportagem mostra: eles são o oposto”, publicou.

Fonte: Revista Fórum

ANOTE: Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Visite nossa Loja Solidária. Em Brasília, encomendas com Janaina: 61 9 9611 6826. Camiseta Marielle

Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?” (Marielle Franco) 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: