Baleada pelas costas, dentro de uma kombi, Agatha Vitória Felix, uma menina de apenas 8 anos, sucumbiu ao disparo feito por um policial da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha, no Rio de Janeiro. Ágatha chegou a ser socorrida no Hospital Getúlio Vargas, mas não sobreviveu. Os disparos, segundo testemulhas, foram feitos por  PMs da UPP Fazendinha, que tentaram atingir uma moto considerada suspeita.

Enquanto o Rio de Janeiro chorava a morte de menina Ágatha, a hashtag  #ACulpaÉDoWitzel ocupou o Twitter por todo o dia de sábado, mostrando a indignação de milhares e milhares de pessoas no Brasil inteiro com o assssinato de mais uma criança inocente pela polícia do governador Witzel.

Também no Twitter, o professor Fernando Haddad, ex-candidato à presidência da República, posicionou-se radicalmente contra os ataques à sociedade civil pelo governador do Rio. Para Haddad, o governador é o grande responsável pela tragédia humana que cobra vidas como a da menina Ágatha.

Veja o Twitter do Haddad:

Fernando Haddad

@Haddad_Fernando

Fora Witzel: Tenho evitado tuitar esses dias. Coisas absurdas acontecendo. Mas, com toda sinceridade, eu realmente penso que há razões de sobra para que se peça o impeachment de Witzel. Ele é o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio de Janeiro. Um assassino!

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.